O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu nesta quarta-feira, 16, as liminares que impediam a encampação, que na prática é a reestatização de uma concessão pelo poder público, da via expressa Linha Amarela, no Rio de Janeiro. Segundo a Invepar, controladora da Lamsa, concessionária que opera a via, cabe recurso à decisão e providências legais serão tomadas para revertê-la.

A briga judicial entre a prefeitura do Rio de Janeiro e a Invepar começou em 2019, com o prefeito Marcelo Crivella alegando que o valor do pedágio cobrado pela empresa é maior que o previsto em contrato. A cobrança chegou a ser suspensa, depois que o prefeito determinou a liberação das cancelas, e cabines de pedágio foram destruídas.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.