O relator da reforma tributária, deputado Celso Sabino (PSDB-PA), voltou a afirmar que colocou no texto os recursos que serão arrecadados com o fim dos supersalários. As declarações foram feitas durante evento da CNI e Febraban sobre o tema.

O relator disse ainda que na nova proposta foi fechada um conta em que ficou faltando R$ 30 bilhões. Então, seguiu ele, “oferecemos o fim da isenção de moradia e transporte de todos os agentes públicos“. De acordo com ele, há uma perspectiva de alta da arrecadação, o que cobre esses R$ 30 bilhões nos próximos anos.

De acordo com o relator, são R$ 98 bilhões que vão ajudar mais o País nas mãos do governo oi dos empreendedores. “Não vai repercutir em mais arrecadação com explosão da atividade econômica?”, perguntou o deputado relator da reforma do IR, acrescentando que no primeiro semestre o Brasil fechou uma arrecadação recorde de R$ 900 bilhões.

De acordo com o relator, o custo com benefício tributário no Brasil hoje chega a R$ 300 bilhões, mas que há plano para reduzi-los em até 15%.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).