O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, afirmou que o ritmo atual de compra pelo Fed de títulos do Tesouro dos Estados Unidos e ativos financeiros atrelados a hipotecas é “apropriado, mas temos flexibilidade para mudar”, caso seja necessário, a fim de adequar a política monetária para que sejam atingidos os objetivos de máximo emprego e estabilidade de preços.

Para Powell, contudo, a recuperação do nível de atividade dos EUA está em um ritmo rápido no momento, mas espera que diminuirá no curto prazo. Neste contexto, ele destacou que “mais apoio fiscal provavelmente será necessário.”

Segundo o presidente do Fed, muitas pessoas nos EUA “ainda estão desempregadas e vão precisar de apoio”. De acordo com Jerome Powell, o máximo emprego inclui aumento dos salários e da taxa de participação no mercado de trabalho, e “não é apenas um número”.

Jerome Powell também destacou que medidas adotadas pelo Federal Reserve, como testes de estresse de instituições privadas, são importantes para a estabilidade financeira.

Ele fez os comentários em entrevista coletiva depois de o Fed ter decidido manter os juros estáveis na faixa entre 0% e 0,25% ao ano.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.