A taxa de desemprego do Reino Unido aumentou levemente no fim de 2020, diante de uma segunda onda mortal de casos de covid-19. Dados publicados nesta terça-feira pelo ONS, como é conhecido o órgão de estatísticas britânico, mostram que a taxa de desemprego ficou em 5,1% no trimestre até dezembro, ante 5% nos três meses até novembro.

Para a Capital Economics, o mercado de trabalho do Reino Unido deverá continuar se deteriorando ao longo de 2021, principalmente se o programa de afastamento temporário de funcionários chegar ao fim em abril, como está programado. A consultoria britânica prevê que a taxa de desemprego atingirá um pico de 6,5% até o fim do ano, mas, com o fim iminente de medidas de “lockdown” motivadas pela covid-19, a taxa poderá recuar para 4% em 2023.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).