A farmacêutica americana Pfizer, uma das principais fornecedoras mundiais de vacina contra a covid-19, teve lucro líquido de US$ 4,877 bilhões no primeiro trimestre de 2021, equivalente a US$ 0,86 por ação, segundo balanço divulgado nesta terça-feira. O resultado é 45% maior do que o ganho de US$ 3,355 bilhões (US$ 0,60 por ação) apurado em igual período do ano passado.

Com ajustes, o lucro por ação entre janeiro e março foi de US$ 0,93, bem acima da previsão de analistas consultados pela FactSet, de US$ 0,77.

Na mesma comparação, a receita da Pfizer igualmente cresceu 45% no primeiro trimestre, a US$ 14,58 bilhões, também ficando bem acima do consenso da FactSet, de US$ 13,54 bilhões. Apenas a receita com vacinas triplicou, a US$ 4,89 bilhões.

Para 2021, a Pfizer elevou sua previsão de lucro ajustado por ação, para uma faixa de US$ 3,55 a US$ 3,65, assim como sua projeção de receita, para o intervalo de US$ 70,5 bilhões a US$ 72,5 bilhões.

Às 8h21 (de Brasília), a ação da Pfizer operava em alta de 1,2% nos negócios do pré-mercado em Nova York.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).