A venda de óleo combustível pela Petrobras subiu 52,8% no segundo trimestre deste ano comparado a igual período de 2020. Na mesma linha, aumentou a geração de eletricidade pela empresa. Nos dois casos, o que ajudou a estatal foi a crise hídrica. Diante da pior estiagem dos últimos 111 anos e do esvaziamento dos reservatórios das hidrelétricas, o mercado está recorrendo às térmicas para produzir energia. O óleo combustível é um dos insumos usados nessas usinas.

A Petrobras vendeu 55 mil barris por dia (bpd) de óleo combustível no segundo trimestre e produziu 255 mil bpd. Parte da produção do derivado de petróleo ainda está sendo exportada para consumidores de óleo bunker, utilizado em navios. O produto brasileiro tem boa aceitação no mercado internacional pelo seu baixo teor de enxofre, comparado aos de outros fornecedores.

Já a geração de energia ficou em 3.297 megawatt (MW) médio nas usinas térmicas da Petrobras, um crescimento de 15,1% em relação ao trimestre anterior e de 207% comparado ao segundo trimestre do ano passado. O volume de venda no mercado regulado, de 1,24 mil MW, cresceu 11% e 86%, na mesma base de comparação. O valor do MWh, no entanto, subiu mais do que isso, 205%, de R$ 75 no segundo trimestre de 2020 para R$ 229 no período de abril a junho deste ano.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).