A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, afirmou nesta segunda-feira, 22, que o “Congresso se dedica a responsabilizar a China por seus abusos”, sugerindo que os legisladores devem ter todas “opções na mesa” para lidar com o tema. No Twitter, escreveu que “se não falarmos pelos direitos humanos na China antes de interesses comerciais, perderemos a autoridade moral de falar pelos direitos humanos em qualquer lugar”.

Em referência ao julgamento do líder de movimentos populares em Hong Kong Martin Lee, Pelosi afirmou que o mesmo “inspirou milhões com sua luta pacífica para avançar a democracia” na região. Segundo a congressista, o processo contra Lee e outros líderes “pró democracia são uma afronta ao Estado de Direito”. Além da situação na ilha, a democrata mencionou abusos contra “uígures, tibetanos, ativistas e comunidades vulneráveis”.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).