A multinacional suíça de alimentos e bebidas Nestlé aprovou a criação de zonas geográficas na América do Norte e na Grande China, a partir de 1º de janeiro de 2022. De acordo com a companhia, as regiões representam, respectivamente, 24,7 bilhões de francos suíços (US$ 26,6 bilhões) e 5,7 bilhões de francos suíços (US$ 6,15 bilhões) em vendas anuais.

A empresa disse que o atual CEO e presidente da Nestlé dos Estados Unidos, Steve Presley, entrará no conselho executivo como vice-presidente executivo e CEO da zona da América do Norte. David Zhang, atual CEO da Totole, empresa de temperos, entrará no conselho como vice-presidente executivo e CEO da zona da Grande China.

“Com a nova estrutura de zona, vamos aprimorar significativamente nosso foco geográfico para impulsionar o crescimento sustentável e lucrativo em todos os lugares em que operamos”, disse o CEO da Nestlé, Mark Schneider.

A partir daí, a empresa terá cinco zonas geográficas: América do Norte, América Latina, Europa, Grande China e AOA – ou Ásia, Oceania e África – que agora incluirão a região do Oriente Médio e Norte da África.

A Nestlé informou também que Remy Ejel se tornará vice-presidente executivo e CEO da zona AOA; Laurent Freixe, CEO da zona LATAM; e Marco Settembri, CEO da zona da Europa.

Chris Johnson, vice-presidente executivo e CEO da região da Ásia, Oceania e África Subsaariana, se aposentará do conselho executivo em 31 de dezembro e deixará oficialmente a empresa em 31 de janeiro de 2022.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).