O índice DXY, que mede a variação do dólar contra seis pares, voltou a registrar alta nesta quarta-feira, depois de ter recuado em pregões recentes. A divisa dos Estados Unidos foi impulsionada pela retomada da inclinação da curva de juros dos Treasuries, após a divulgação da ata da mais recente reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

No final da tarde em Nova York, o dólar caía a 109,82 ienes, o euro recuava a US$ 1,1868 e a libra cedia a US$ 1,3734. O DXY, por sua vez, subiu 0,13%, a 92,455 pontos. Depois de ter acumulado ganhos de 3,66% no primeiro trimestre do ano, o índice havia começado o mês de abril majoritariamente em baixa, seguindo a pausa na alta dos juros americanos de longo prazo.

A ata do Fed reforçou a visão dos dirigentes de que as perspectivas para a economia americana melhoraram. A autoridade monetária, contudo, manteve o tom dovish e demonstrou pouca preocupação com o aumento dos juros longos e uma possível escalada da inflação, segundo analistas.

No começo do pregão, quando os juros dos Treasuries recuavam, o dólar chegou a se desvalorizar ante outras moedas fortes. “Apesar desse revés, acreditamos que o cenário fundamental permanece positivo para o dólar”, escreveram analistas do Brown Brothers Harriman, um banco de investimentos americano, em nota enviada a clientes.

A libra, por sua vez, entrou em realização de lucros após um primeiro trimestre “sólido”, de acordo com o analista de mercado Joe Manimbo, da Western Union. O ING destaca, contudo, que o movimento deverá ser limitado, uma vez que os fundamentos econômicos do Reino Unido permanecem “fortes”, com o avanço da vacinação contra a covid-19.

O euro chegou a se fortalecer ante o dólar no começo da sessão, após a divulgação de indicadores econômicos da região. O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, subiu de 48,8 em fevereiro para 53,2 em março, segundo dados divulgados hoje pela IHS Markit.

No final da tarde em Nova York, o dólar também subia a 74,400 rupias, após o banco central da Índia manter a taxa básica de juros em 4,0% ao ano.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).