O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse que vai avaliar, em reunião com os líderes da Casa, se a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios será votada nesta quinta-feira (4) ou na terça-feira (9). Lira afirmou que deve viajar a Portugal na próxima semana, mas apenas depois que os destaques da PEC forem apreciados e após a conclusão da votação em segundo turno.

Lira comemorou o fato de que a PEC contou com 25 votos de apoio do PDT e do PSB, que integram a oposição. “O texto ficou a contento”, disse. Ele criticou o posicionamento do MDB, que orientou contra o texto, e disse que já é hora de o partido decidir se fica ou se sai da base do governo.

Embora Lira trabalhe para tentar viabilizar a continuidade da votação ainda nesta quinta-feira, integrantes do governo não contam com essa possibilidade, segundo apurou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. O mais provável, segundo avaliação dessas fontes, é que a votação dos destaques fique para semana que vem. Há insegurança sobre se haverá tempo hábil para concluir a aprovação e viabilizar a operacionalização do Auxílio Brasil.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).