A Kepler Weber, empresa de soluções pós-colheita para armazenagem de grãos e movimentação de granéis em portos, anunciou investimento de R$ 22 milhões. Em nota, diz que a maior parte dos recursos será destinada especificamente para a modernização das fábricas e para “aprimorar o posicionamento da empresa em Governança Ambiental, Social e Corporativa (ESG)”.

“Estamos em um momento muito especial da história da empresa, com cenário positivo para os negócios”, disse o CEO da Kepler Weber, Piero Abbondi. “Fizemos um bom dever de casa até aqui e esta é a hora de olhar para o futuro, colocando em prática os projetos que vão garantir eficiência no longo prazo.” Quanto da divulgação dos resultados do primeiro trimestre, a empresa já havia anunciado outros R$ 12 milhões em investimento. A Kepler Weber tem duas unidades industriais no Brasil, uma em Campo Grande (MS) e outra em Panambi (RS).

Com os R$ 12 milhões anunciados no primeiro trimestre, segundo o balanço da companhia, a empresa atinge R$ 34 milhões em investimentos. Segundo a empresa, o maior volume, de janeiro a março, foi destinado para a planta de Campo Grande, com a implantação de três novos equipamentos. “Estas novas máquinas representam um aumento de 30% na capacidade de produção, o que nos permitiu, inclusive, internalizar a fabricação de algumas peças que eram terceirizadas”, explica Fabiano Schneider, gerente industrial e de inovação da Kepler Weber.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).