Os juros futuros curtos e médios têm viés de alta na manhã desta sexta-feira, 11, após o volume de serviços prestados ter subido 0,7% em abril ante março, de 3,1% em março e acima da mediana estimada de 0,35%. Já os longos avançam em linha com o leve fortalecimento dos juros dos Treasuries longos e com a alta do dólar ante o real.

Às 9h28 desta sexta, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2022 subia a 5,34%, de 5,31% no ajuste de quinta-feira. O DI para janeiro de 2023 avançava para 6,99%, de 6,92%, e o para janeiro de 2022 subia para 8,49%, de 8,42%. O rendimento da T-note de 10 anos subia a 1,451%, de 1,442% no fim da tarde de ontem. O dólar à vista subia 0,32%, a R$ 5,0819.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).