O Índice de Commodities do Banco Central () subiu 5,32% em março ante fevereiro, informou a instituição. O indicador passou de 311,65 pontos para 328,22 pontos.

Para efeito de comparação, o BC também divulga em seu documento o indicador internacional de commodities, o CRB, que avançou 9,91% na mesma relação mensal.

A alta do IC-Br na margem em março foi resultado direto do avanço dos três segmentos que compõem o indicador: Agropecuária (+4,46%), Metal (+5,74%) e Energia (+7,74%).

Em Agropecuária estão incluídos itens como carne de boi, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco.

Já o segmento de Metal reúne alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel.

Por sua vez, em Energia estão inclusos os preços de gás natural, carvão e petróleo.

No acumulado do ano de 2021 até março, o IC-Br exibiu alta de 24,62%, com Agropecuária em alta de 22,78%, Metal com elevação de 23,30% e Energia com avanço de 32,69%. O CRB no período subiu 25,49%.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).