Tranquilidade dos mercados internacionais em dia de agenda de indicadores esvaziada pode contribuir para uma sexta-feira de valorização do Ibovespa e, assim, fazê-lo engatar a quarta alta semanal seguida. Na anterior, acumulou 3,64%. No entanto, por ora, o índice sugere segue perto da estabilidade, sem definição.

Às 10h36, o Ibovespa cedia 0,03%, aos 129.986,56 pontos, após máxima a 130.294,45 pontos.

Ainda que os investidores tenham absorvido a ideia de que mesmo com preocupação com a pressão inflacionária mundial crescente, o quadro é passageiro e os bancos centrais manterão suas políticas monetárias no curto prazo. E a grande espera é o encontro dos membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), na quarta-feira.

Apesar de não esperar mudança, o mercado aguarda com grande expectativa o comunicado para ver se haverá algum sinal para os próximos passos.

Da mesma forma, Comitê de Política Monetária (Copom), que também define os juros na quarta-feira que vem e que deve subir a Selic em 0,75 ponto porcentual, fica a atenção no que o Copom irá sinaliza, em meio ao quadro de pressão inflacionária.

“Vemos o Ibovespa meio sem norte. Ora há um determinado setor tentando puxar o índice, ora há outro segurando. Quando dados do varejo consumo têm bom desempenho, ações de bancos sofrem. Não temos tido uma visão muito clara”, diz Rodrigo Friedrich, sócio diretor da Renova Invest, lembrando que o dólar caiu muito nas ultimas semanas, o que pode abrir espaço para alta hoje, o que pode fazer sentido fazer defesa em carteira contra queda do índice. “Olhar um pouco mais para o câmbio, para ações dolarizadas”, sugere.

A leve alta do petróleo no exterior também impulsiona as ações da Petrobrás de forma moderada, com o investidor ainda de olho nas notícias envolvendo a empresa.

A Petrobras reiterou que venderá sua participação de 37,5% na BR Distribuidora por meio de oferta secundária de ações (follow on). A estatal assinou contrato com a joint venture formada pelas empresas Saipem e DSME no valor de US$ 2,3 bilhões para fornecimento da P-79, oitava unidade a ser instalada no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos.

Já o minério de ferro subiu 5,90% em Dailan e 1,12% no porto chinês de Qingdao, a US$ 219,26 a tonelada, o que serve de alento às ações de commodities metálicas na B3. Vale ON subia 1,48%, puxando também papéis de empresas ligadas a commodities metálicas, caso de Gerdau PN (1,43%) e CSN ON 91,94%)

Se por um lado a inflação alta gera preocupação, o que seu motivo tem atenuado esses temores. Hoje, mais um indicador de atividade reforçou retomada econômica no Brasil. O IBGE mostrou que houve alta de 0,7% no volume de serviços prestados em abril ante março e de 19,8% na comparação interanual. Ambos os resultados ficaram acima das medianas de 0,35% e de 18,90%, respectivamente.

De acordo com o economista-chefe do BV, Roberto Padovani, o viés para o crescimento econômico é claramente positivo, e faz sentido estimar alta perto ou acima de 5% para o PIB deste ano. ‘O impacto da segunda onda covid é moderado e tem crescimento Global, com juro real mais baixo e isso estimula recuperação no Brasil “, diz em nota. Às 9h55, o Ibovespa futuro subia 0,02%, aos 130.160 pontos.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).