A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse nesta quinta-feira que os últimos dados do setor de serviços indicam recuperação da economia da zona do euro neste segundo trimestre. Lagarde, que falou durante coletiva de imprensa que se segue à decisão do BCE de deixar sua política monetária inalterada, afirmou que a retomada do bloco será sustentada tanto pela demanda global quanto pelo consumo doméstico.

Ela comentou ainda que um aumento sustentado dos juros de bônus de governos poderá se traduzir em um aperto das condições financeiras.

Ecoando o comunicado de mais cedo do BCE, Lagarde também reiterou que as atuais taxas de juros vão ficar nos níveis atuais ou menores até que a inflação convirja para a meta da instituição, que é de uma taxa ligeiramente inferior a 2%, e garantiu que os instrumentos de política monetária serão ajustados, se necessário.

Lagarde afirmou também que o BCE continuará monitorando a taxa de câmbio, com vista a possíveis implicações para a perspectiva de médio prazo da inflação.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).