A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aceitou uma proposta de termo de compromisso da CM Capital Markets e de seus responsáveis, Fábio Feola e Mauro de Andrade, para encerrar um processo sobre suposta irregularidade em emissões de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). Os investigados pagarão somados R$ 1,65 milhão.

Na terça-feira, 23, o colegiado da CVM também aceitou proposta da Vórtx Distribuidora de Títulos, no valor total de R$ 2 milhões, para encerrar três processos sancionadores, em processos envolvendo supostas infrações e irregularidades com debêntures e CRIs.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).