A Companhia Paranaense de Energia (Copel) divulgou as prévias operacionais do terceiro trimestre de 2020. O mercado fio do braço de distribuição, que inclui os mercados cativo e livre, além de suprimento a concessionária e permissionárias no Estado, teve queda de 2,8% na energia vendida entre julho e setembro, ante igual período de 2019.

Por categoria, a venda de energia para consumidores livres cresceu 0,7% no trimestre, a 2.476 GWh, enquanto o mercado cativo recuou 4,8%, para 4.445 GWh. No mês de setembro, o consumo total cresceu 0,3% e a empresa diz que isso “indica uma tendência positiva, recuperando-se para os níveis anteriores à pandemia, após quedas mensais sucessivas”.

A empresa diz que o resultado observado foi influenciado pelos resultados negativos dos meses de julho e agosto, decorrentes, principalmente, da redução da atividade econômica em diversas áreas em função dos efeitos da pandemia, parcialmente compensada pelo aumento do consumo da classe residencial e rural.

A classe residencial consumiu 1.878 GWh entre julho e setembro de 2020, registrando um crescimento de 5,7%, reflexo principalmente do aumento do consumo médio mensal para 160 kWh/mês, uma variação de 3% em comparação com 2019, influenciado principalmente pelas medidas de isolamento social.

Já o segmento industrial registrou queda de 12,4% no período de julho a setembro de 2020, totalizando 574 GWh, por conta da forte redução do consumo de energia das indústrias e da migração de clientes para o mercado livre, os quais representariam o consumo médio de aproximadamente 85 GWh no trimestre. A classe comercial consumiu 909 GWh no trimestre, redução de 16,1% ante 2019, também influenciada pela pandemia.

No segmento rural, o aumento foi de 2,9% no consumo de energia, totalizando 537 GWh, refletindo o bom desempenho do agronegócio no Paraná, apesar dos efeitos negativos da pandemia. As outras classes (poderes públicos, iluminação pública, serviços públicos e consumo próprio) totalizaram 547 GWh consumidos entre julho e setembro de 2020, com queda de 13,3%.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).