O mercado voltou a apostar majoritariamente no primeiro aumento da taxa básica de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano) em maio, em meio à divulgação da ata da reunião mais recente da autoridade monetária, segundo mostra a plataforma de monitoramento do CME Group. Ontem, a maior parte das apostas indicava aumento inicial em junho.

Para a decisão de 4 de maio, 53,4% das apostas apontam para juro básico acima do nível atual (entre 0% e 0,25%), enquanto 46,6% acreditam na manutenção. Do total, 42,1% preveem aumento de 25 pontos-base (de 38% ontem); 10,8% esperam avanço de 50 pontos-base (de 7,1% na véspera) e 0,5% precificam elevação de 75 pontos-base (de 0,3%) ontem.

Na segunda-feira, as apostas majoritárias para alta dos juros chegaram a passar de junho para maio, depois que o presidente americano, Joe Biden, confirmou a indicação de Jerome Powell para um segundo mandato à frente do Fed. No entanto, voltaram a se ajustar para junho nas horas seguintes.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).