O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 23, que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, quer um acordo comercial emergencial com o Brasil para importar mantimentos em falta em solo britânico. Os dois se encontraram durante a 76ª Assembleia-geral das Nações Unidas, ocorrida nesta semana. “Essa batata passei para a (ministra da Agricultura) Tereza Cristina”, disse o chefe do Planalto em transmissão ao vivo nas redes sociais.

O encontro entre os dois líderes repercutiu nas redes sociais após Johnson recomendar a todos a vacina contra a covid-19 da AstraZeneca. Bolsonaro reagiu afirmando que não havia tomado nenhum imunizante. O presidente brasileiro é o único líder do G20 a se declarar não vacinado.

Ainda sobre sua viagem à ONU, marcada pelo discurso negacionista do presidente e pelo teste positivo para o novo coronavírus do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, Bolsonaro minimizou os protestos contra ele e disse que comeu pizza na calçada com ministros porque não cabiam cinco pessoas no local. Por não estar vacinado, o presidente não está autorizado a comer dentro de restaurantes em Nova York, de acordo com a legislação local.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).