As bolsas da Europa fecharam sem direção única nesta quarta-feira, depois de terem oscilado durante o pregão e com certa correção dos ganhos da terça-feira. Os índices acionários do Velho Continente foram pressionados pela volatilidade do mercado de ações em Nova York. Os investidores também avaliaram a divulgação de índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de países da região.

Com isso, o índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou a sessão com perda de 0,22%, aos 434,32 pontos.

O FTSE 100, de Londres, foi um dos únicos índices a avançar nesta quarta-feira, com ganho de 0,91%, a 6.885,32 pontos. A alta ocorreu apesar de a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) ter confirmado uma possível associação entre a vacina contra covid-19 da AstraZeneca e casos raros de coágulos sanguíneos. No entanto, empresas exportadoras do Reino Unido foram beneficiadas pela desvalorização da libra em relação ao dólar.

No noticiário corporativo, a Royal Dutch Shell estimou que o rigoroso inverno no Estado norte-americano do Texas deverá ter efeito negativo de US$ 200 milhões em seu lucro ajustado do primeiro trimestre. Apesar do alerta e da queda nos preços do petróleo, a ação da companhia subiu 1,39% no mercado inglês.

Em Lisboa, o PSI 20 também registrou alta, de 0,23%, a 5.025,41 pontos.

Na bolsa de Frankfurt, o DAX caiu 0,24%, a 15.176,36 pontos, puxadas por um recuo de 2,23% nos papeis da Volkswagen.

Já o índice CAC 40, de Paris, recuou 0,01%, a 6.130,66 pontos. Na bolsa francesa, as ações da ArcelorMittal recuaram 1,43%.

O Ibex 35, índice de referências da bolsa de Madri, fechou em baixa de 0,43%, a 8.597,40 pontos.

Em Milão, o FTSE MIB terminou com perdas de 0,08%, a 24.740,73 pontos.

Dentre os indicadores divulgados nesta quarta-feira, o PMI composto da zona do euro subiu de 48,8 em fevereiro para 53,2 em março, superando expectativas e alcançando o maior nível desde julho de 2020. A leitura acima dos 50 pontos indica retomada da expansão nos setores industrial e de serviços.

Na Alemanha, os PMIs também ficaram acima das leituras prévias em março. Já no Reino Unido, os dados finais vieram abaixo das estimativas preliminares, mas também mostraram progresso.

Os investidores acompanham ainda a reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e aguardam a divulgação da ata da mais recente reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).