O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira, 22, que aumentará o financiamento do governo para pequenas empresas. O democrata disse que promoverá mudanças no Programa de Proteção da Folha de Pagamento (PPP, na sigla em inglês) para garantir que negócios rurais e bancos que atendem comunidades minoritárias recebam mais recursos. Durante um pronunciamento, o chefe da Casa Branca também reforçou a defesa de seu pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão.

“O PPP é um esforço bipartidário”, declarou Biden.

De acordo com o presidente norte-americano, políticos democratas e republicanos já sinalizaram a necessidade de melhorar o programa de empréstimos.

“O financiamento cresceu quase 30% desde que assumimos”, disse o mandatário. Para ele, as “grandes corporações” foram privilegiadas na distribuição de recursos.

Nas próximas duas semanas, segundo Biden, a solicitação de empréstimos por meio do PPP será exclusiva para empresas com menos de 20 funcionários. Além disso, o governo dará preferência para o financiamento a companhias com menos de 10 pessoas na folha de pagamento.

“Trazer a economia de volta significa trazer nossas pequenas empresas de volta”, frisou o presidente americano. Biden também aproveitou a ocasião para pressionar os parlamentares a aprovar o pacote fiscal. “Precisamos que o Congresso passe meu pacote de alívio.”

De acordo com Biden, a economia americana pode criar sete milhões de empregos este ano se os estímulos fiscais forem aprovados. Ele também agradeceu à Câmara e ao Senado por “agirem rápido” na tramitação do texto.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).