O Bank of America (BOfA) ampliou o lucro líquido em 58% no terceiro trimestre de 2021, ante igual período de 2020, segundo balanço corporativo divulgado nesta quinta-feira. O banco apurou ganho de US$ 7,7 bilhões, o equivalente a US$ 0,85 por ação, em termos ajustados – acima do consenso de analistas consultados pela FactSet, de US$ 0,71 por papel.

A empresa disse ter registrado ainda receita de US$ 22,8 bilhões nos três meses encerrados em setembro, um avanço de cerca de US$ 2,5 bilhões em relação ao mesmo intervalo do ano passado. Esse resultado também superou a projeção do mercado, de US$ 22,68 bilhões.

A instituição financeira também revelou que teve uma melhora nas provisões para perdas de crédito em US$ 2 bilhões, o que abriu espaço para uma liberação de US$ 1,1 bilhão em reservas.

“Nós relatamos resultados fortes à medida que a economia continua a melhorar e nossos negócios recuperaram o cliente orgânico e impulso de crescimento que vimos antes da pandemia”, comemorou o CEO do BOfA, Brian Moynihan.

Após a divulgação do balanço, a ação do banco avançava 1,99% no pré-mercado da Bolsa de Nova York, por volta das 8h (pelo horário de Brasília).

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).