A Azul anunciou nesta quinta-feira que vai adicionar a sua malha aérea oito novos destinos no Amazonas no segundo semestre deste ano, o que a companhia chamou de “maior plano de expansão regional da história da aviação brasileira no Amazonas”.

O plano será feito em parceria com os governos local e federal e as novas operações para Barcelos, Apuí, Eirunepé, Itacoatiara, Humaitá, Borba e Novo Aripuanã terão início após a conclusão dos investimentos em infraestrutura aeroportuária.

A companhia informa que com os novos destinos e a reativação de cidades, a Azul terá no Amazonas “uma operação robusta e complexa”, utilizando todos os tipos de aeronaves da frota, de nove a até 300 assentos, operando cerca de 27 voos diários a partir de Manaus e atendendo 23 destinos diretos da capital amazonense.

“Nosso acordo com o governo do Amazonas e a administração federal permitirá que, pela primeira vez em sua história mais recente, o Amazonas tenha uma grande quantidade de cidades servidas por uma companhia aérea de expressão nacional e internacional”, disse em nota o presidente da companhia aérea, John Rodgerson. “Esse movimento é mais uma ação da Azul para alcançar a meta de chegar a 200 cidades atendidas no País nos próximos anos”, complementou.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).